Multas de trânsito em debate na câmara

O excessivo rigor na aplicação de multas pela polícia militar em Francisco Beltrão foi um dos assuntos discutidos pelos vereadores beltronenses nesta semana. Um requerimento do vereador Dázio Zanatta (PSDB), convidando o comandante da PM para fazer uma palestra aos vereadores, foi o ponto de partida para a discussão. Zanatta argumentou que a PM vem aplicando muitas multas e agindo com rigor excessivo. O vereador Jocemar Madruga (PT) considerou que o momento é oportuno para discutir o assunto, mas argumentou que o Debetran, que é um órgão municipal, também comete excessos e os vereadores têm sobre essa instituição mais condições de interferir do que em relação à polícia militar. Celso Antunes (PSDB) também se manifestou, defendendo a ação do Debetran para disciplinar o trânsito urbano. Enfatizou que a instalação do batalhão da polícia militar é uma conquista importante e representa a presença de maior número de soldados no patrulhamento diário. “A ação do Debetran vem sendo importante para melhorar o trânsito”, argumentou o vereador Ivo Santos (PSC), discordando da crítica do vereador Madruga. Ivo defendeu o trabalho da PM, lembrando que nos últimos dias foram constatados muitos motoristas e veículos em situação irregular e que isso só é possível porque está havendo fiscalização. Madruga voltou a se manifestar e disse que sua intenção não foi denegrir o Debetran. O vereador Maor Prolo (PMDB), por sua vez, afirmou que estão ocorrendo muitos abusos nas multas por parte da polícia militar, especialmente em relação aos motociclistas. “Se alguém é pego com a viseira do capacete levantada, o motociclista leva multa de R$ 190,00,  tem a carteira de habilitação retida e ainda é encaminhado para reciclagem. Isso não é necessário”, enfatizou Maor.Por todas essas questões, o requerimento do vereador Zanatta foi considerado oportuno e a direção da câmara deve agendar o debate com o comando da PM para os próximos dias.

%d blogueiros gostam disto: