Servidores Municipais receberão uma reposição salarial de 5%

Com o plenário da Câmara de Vereadores praticamente lotado, os vereadores votaram os projetos que concedem reposição salarial de 5% aos servidores públicos e que concede abono salarial para aqueles que recebem um valor inferior a 562 reais.


Em uma assembleia realizada na sexta-feira, 19, cogitou-se a possibilidade de um aumento de 15%, mas na segunda-feira, 22, o prefeito, em reunião com a comissão formada por funcionários municipais e com a presença dos Vereadores Jocemar Roberto Madruga, Celso Mártires Antunes e Atanazia Hellmann Pedron, optou pelo reajuste de 5% para que após isso analisasse o impacto que causaria no orçamento do município. Por outro lado os servidores se reunirão na segunda-feira, 29, às 17 horas na AFM (Associação dos Funcionários Municipais) para elaborarem uma contraproposta para apresentarem ao prefeito Wilmar Reichembach.


O reajuste de 5% sobre o valor vigente do salário trouxe ira por parte de alguns servidores, segundo o que o vereador Jocemar Roberto Madruga (PT) comentou quando usou a tribuna, pois gostariam que o aumento fosse maior. Alguns vereadores quando explanaram suas idéias, no espaço do grande expediente, manifestaram apoio aos funcionários municipais, mas alertaram para que eles mantenham a calma. “Quando se pede uma reposição salarial, deve-se estudar tudo o que entra no orçamento do município, pois a previsão orçamentária é uma e o que entra é outra”, disse a vereadora Atanazia Hellmann Pedron (PP). Já o vereador Anízio Cezar Pereira (PMDB) pediu aos servidores que se acalmem, para não tomarem atitudes precipitadas. “A pessoa irada perde a razão e age pela emoção”, alertou o vereador. Após as discussões ambos os projetos foram aprovados em regime de urgência, em um único turno de votação. Essa atitude foi tomada para que o reajuste e o abono possam constar na folha de pagamento referente ao mês de março.


As pessoas presentes também puderam acompanhar a aprovação de nove projetos que concedem direito de uso de barracões industriais a empresas da nossa cidade que irão se instalar no Distrito Industrial Irineu Montemezzo. Em 1ª discussão e votação foi aprovado um projeto do Executivo que concede auxilio financeiro a Casa Familiar Rural de Francisco Beltrão e voltará a pauta na próxima sessão ordinária.

%d blogueiros gostam disto: