Câmara aprovou projeto da ficha limpa

Quatro projetos foram analisados pela câmara de vereadores de Francisco Beltrão na sessão de ontem, mas apenas três foram aprovados. Um deles foi retirado de pauta e os demais foram aprovados por unanimidade.


Tramitou em regime de urgência o projeto 22, do executivo, que concede reajuste de 5% a título de auxílio para compensar diferença de caixa aos agentes de trânsito. O projeto 21 autoriza o executivo municipal a abrir crédito adicional ao Orçamento Município no valor de R$ 257,6 mil, do exercício financeiro de 2012. Os recursos serão utilizados na Casa Familiar Rural e também na compra de equipamentos para o Centro da Juventude. 


O projeto 3 do legislativo, de autoria do vereador Jocemar Madruga (PT) que estabelece normas para confecção de material de divulgação das obras de responsabilidade da administração municipal, foi retirado de pauta e deve retornar para análise dentro de duas semanas. O projeto 5, do legislativo, do vereador Ivo Santos (PSD), estabelece vedações para nomeações de cargos em comissão, nos poderes legislativo e executivo do município. A matéria proíbe a contratação de pessoas que tenham alguma condenação na justiça, bem como parentes de até terceiro grau do prefeito, vice-prefeito e vereadores. Estabelece também que os ocupantes de cargos em comissão devem declarar, por escrito, que não se enquadram em nenhum dos impedimentos previstos na atual lei.


Foi ainda aprovado requerimento do vereador Paulo Grohs (PSDB), solicitando informações ao executivo municipal se há estudos ou projeto para a pavimentação com pedras irregulares no trajeto compreendido entre a Rua Abdul Phollman até o bairro Jardim Virgínia.


Os vereadores voltam a se reunir hoje, às 18 horas, com dois projetos em pauta.


 

%d blogueiros gostam disto: