DEBATE SOBRE O SAMU

       Nesta
terça-feira (8), após a Sessão Ordinária, os vereadores de Francisco Beltrão
receberam Kelly Cristiane Custódio dos Santos, coordenadora regional do Serviço
de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que foi convidada por meio de
requerimento do vereador Cleber Fontana (PSDB). O objetivo dos vereadores foi obter
informações sobre os trabalhos que o órgão está prestando na região e a
situação financeira para manter este atendimento. O Samu foi implantado no
Sudoeste há três anos, atende os 42 municípios e uma população estimada em 620
mil pessoas.

       Kelly explicou somente no segundo semestre
de 2015 o  Samu recebeu 34 mil ligações e
prestou 10.875 atendimentos. Destes, 2.345 foram feitos pela base de Francisco
Beltrão, que conta com três ambulâncias e 47 servidores. Outro dado importante
foi a redução da taxa de mortalidade por acidentes de trânsito a partir da
implantação do Samu na região, embora o número de acidentes tenha aumentando ano
a ano.

      A maior preocupação no momento, segundo
ela, é com a questão financeira. A manutenção é feita com recursos da União,
Estado e municípios. Em 2015 o custo médio per capita foi de R$ 2,44. Neste
ano, o repasse mensal previsto per capita é de R$ 2,37, ou seja, abaixo dos
valores do ano passado. Também chegou o momento da reposição salarial dos
servidores e, por enquanto, não há recursos garantidos para este pagamento.

       O vereador Cleber relatou que é preciso
novamente mobilizar as forças políticas da região pela manutenção e valorização
do Samu, devido ao importante trabalho que realiza em prol da população regional.
A vereadora Elenir Maciel (PP), presidente da Câmara, também colocou o legislativo
beltronense ao dispor para prestar todo o auxílio possível e as intervenções
necessárias junto as esferas estadual e federal. 

%d blogueiros gostam disto: