Sebrae discute o projeto de desenvolvimentos dos espaços comerciais

O Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio as Micro e Pequenas Empresas) realizou na manhã de quinta-feira, 1, uma reunião para tratar e discutir o Programa de Desenvolvimento dos Espaços Comerciais. A proposta do programa é transformar uma rua da cidade em um centro comercial atraente e inovador. Para o Sebrae o objetivo principal do projeto é transformar o comércio varejista de bens e serviços algo atraente ao consumidor, proporcionando um aumento nas vendas. O programa visa um aumento de 8% no lucro comercial da cidade, sendo que a média nacional de crescimento é de 6%. As técnicas implantadas são baseadas em métodos utilizados nas grandes cidades que transformaram ruas que eram vistas como ruins, para o comércio, em grandes avenidas comerciais. O Sebrae em parceria com outras entidades e com o município pretende implantar o programa em uma rua da cidade para que após a conclusão outros locais possam ser adaptados e obtenham desenvolvimentos constantes em seu comércio. Baseados em uma pesquisa a equipe do Sebrae escolheu seis ruas da cidade para uma delas ser a escolhida para receber as melhorias propostas, que são: União da Vitória, Antônio de Paiva Cantelmo, Porto Alegre, Atílio Fontana e Avenida Julio Assis Cavalheiro, essa que teria dois trechos para serem analisados. O presidente da Câmara de Vereadores, Ivo Santos, comentou que para ter a certeza de que rua escolher seria proveitoso que o Ippub (Instituto de Planejamento Urbano de Francisco Beltrão) fizesse uma avaliação das ruas citadas. “Eu acho que Ippub deveria tomar conhecimento disso e eles poderiam fazer uma pesquisa mais profunda para depois escolhermos em qual rua trabalharíamos”, disse Ivo Santos.


A reunião contou com a participação do prefeito municipal Wilmar Reichembach, do presidente da Câmara Ivo Santos, do secretário de Indústria e Comércio, William Costa, de profissionais comerciais da cidade e de representantes de outras entidades de Francisco Beltrão.