Atendimento no Hospital Regional provoca debate na câmara

As deficiências do atendimento do hospital regional de Francisco Beltrão geraram intensa discussão na câmara de vereadores de Francisco na sessão de terça-feira. O debate começou com um requerimento do vereador Paulo Grohs (PSDB), solicitando informações a respeito das cirurgias eletivas no Hospital Regional.


Foi aprovado por unanimidade, em redação final o projeto 7/2012, do vereador Dázio Zanatta (PSDB), que amplia a área do estacionamento regulamentado Faixa Azul, incluindo a rua Antonina no trecho compreendido entre a Luiz Antonio Faedo e a Romeu Lauro Werlang. A sessão teve a presença do deputado federal Assis do Couto (PT). O parlamentar foi saudado pelos vereadores, que destacaram sua atuação na câmara federal.


 


Foram aprovados quatro requerimentos:


 


O requerimento nº 027/12 do Vereador Celso Mártires Antunes – Requer que seja encaminhado Ofício parabenizando a Igreja Internacional da Graça de Deus, na pessoa do Pastor Joéberson Souza, pela realização do Congresso da Prosperidade, palestra motivacional com o empresário Ademir Barizon, evento realizado no dia 24 de Março do corrente ano, no Auditório do Centro de Eventos.


Requerimento do Vereador Irineu Antonio Miller – Requer que seja encaminhado Ofício ao Executivo Municipal solicitando informações se há estudos no sentido de implantar em nossa rede de ensino o Projeto de Educação Financeira nas Escolas, em observação ao Decreto nº 7397, de 22 de Dezembro de 2010.


Requerimento da Vereadora Atanázia Hellmann Pedron – Requer abono de falta das Sessões Ordinárias dos dias 26 e 27 de Março de 2012.


Requerimento do Vereador Paulo Valdir Grohs – Requer que seja encaminhado Ofício ao Diretor do Hospital Regional do Sudoeste, Senhor Baduan Jaber, solicitando informações sobre as prioridades do hospital em relação as cirurgias eletivas: Como funciona a porta de entrada para os pacientes? Qual o quantitativo de pacientes do Município de Francisco Beltrão, por especialidade, que estão na fila de espera destas cirurgias? O vereador indaga também qual a perspectiva da habilitação na alta complexidade em Ortopedia. Esse requerimento despertou intenso debate sobre o atendimento do hospital regional. O vereador Cezar Cabeleireiro (PMDB) afirmou que são utilizados critérios políticos para atendimento no hospital, o que foi rebatido pela vereadora Elenir Maciel (PP). Celso Antunes (PSDB) também descartou favorecimento político no atendimento do hospital. O presidente da casa, Dázio Zanata (PSDB), observou que se não há médicos para atendimento a cirurgias eletivas, não se justifica manter uma estrutura com cerca de 750 funcionários no hospital.


 

%d blogueiros gostam disto: