CÂMARA REJEITA REAJUSTE EM DIÁRIAS DO EXECUTIVO

       Na Sessão Ordinária desta segunda-feira, dia 8, os vereadores de Francisco Beltrão analisaram quatro projetos e cinco requerimentos. O projeto 009, do executivo, visava reajustar os valores das diárias do prefeito, vice-prefeito e servidores municipais quando em viagem a serviço do município. O projeto foi rejeitado por 5X4, com votos contrários da bancada de Oposição, ou seja, dos vereadores Alfonso Bruzamarello, PTB, Cleber Fontana, PSDB, Ivanir Tupi Prolo, PP, Elenir de Souza Maciel, PP, e Valmir Dile Tonello, PMN. Foi o primeiro projeto rejeitado este ano na Câmara.

       As demais matérias do executivo receberam aprovação unânime. O 012 altera disposições de lei municipal sobre o regime de plantão para os servidores da secretaria municipal de Saúde. Alguns valores foram atualizados porque apresentavam defasagem. O projeto 013 autoriza a abertura de crédito adicional suplementar no orçamento de 2013, na ordem de R$ 682.500,00. Esse dinheiro será repassado ao SAMU.

       Outra matéria aprovada foi o Projeto de Resolução 002, da Mesa Diretora, alterando disposições da Resolução 005, de 1993, que trata do Regimento Interno da Câmara. A partir de agora os “apartes” por parte dos vereadores só poderão ser concedidos no momento das explicações pessoais, ou seja, na parte final das sessões. Foram 8 votos favoráveis e um contrário, da vereadora Maria de Lourdes Pazzini, PMDB.

       Através de requerimentos a vereadora Elenir Maciel, PP, pediu informações da administração municipal sobre o início do funcionamento do poço artesiano já perfurado na Linha União e uma série de melhorias no bairro Luther King, como a limpeza no Córrego Urutago, colocação de tubulação na avenida Miniguaçu, reforma da pinguela sobre o Urutago, ligando as ruas Elias Scalco e Miniguaçu, além de recape asfáltico nas ruas Elias Scalco, Argentina, Ponta Grossa e Fernando Ferrari.

       O vereador Roberson Fiera, PT, pediu encaminhamento de ofício ao deputado federal Assis do Couto, PT, para que o mesmo viabilize recursos federais para a  compra de uma plantadeira e um espalhador de adubo líquido para a Associação de Moradores do Rio Saudade e para a aquisição de dois veículos, notebooks, datashow e máquinas fotográficas para a Assesoar. Para a Escola Municipal Recanto Feliz, do CAIC, Roberson fez as seguintes reivindicações: contratação de cinco auxiliares de serviços gerais; reforma da arena utilizada para apresentações e atividades educacionais; colocação de paver no pátio; cobertura da passarela na entrada da escola; manutenção do ginásio de esportes e recapeamento asfáltico na rua Taubaté, no acesso à escola. Aires Tomazoni, PMDB, pediu do executivo a implantação de estacionamento de bicicletas junto aos edifícios públicos.

       Através de Indicações o vereador José Adair Brizolza, PSL, sugeriu que a rua Palmas seja uma via preferencial em toda a sua extensão, melhorias nas placas de sinalização nas ruas Gaspar Silveira Martins e Presidente Albuquerque, no bairro Cristo reis, e colocação de redutores de velocidade na rua Bolívia, esquina com a Palmas, no bairro Vila Nova. Ivanir Tupi Prolo, PP, reivindicou uma série de melhorias para a comunidade do Jacutinga, dentre elas, pavimentação das ruas com pedras irregulares, obras no cemitério, reforma da escola, implantação de um playground, construção de pavilhão na gruta, infraestrutura no campo de futebol e recuperação das estradas.

       Valmir Dile Tonello, PMN, sugeriu que o executivo que construa banheiros públicos na parte externa da unidade de saúde do bairro Novo Mundo. Alfonso Bruzamarello, PTB, pediu a canalização, alargamamento e pavimentação asfáltica na avenida Antonio de Paiva Cantelmo. O vereador Paulo Grohs, PSDB, reivindicou da prefeitura a construção de um ponto de ônibus na rua Tupiniquim, próximo ao mercado São Francisco, no bairro São Francisco.