MOÇÃO DE APLAUSO PARA SADI DE MARCO

       A Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão vai conceder ao advogado Sadi de Marco uma Moção de Aplauso devido a homenagem de recondução simbólica do mandato de Prefeito de Chapecó, Santa Catarina, onde foi cassado pelo AI-5 em abril de 1969. A iniciativa é do vereador Cleber Fontana, PSDB, aprovada por unanimidade na Sessão Ordinária desta terça-feira, dia 15 de abril.

       Em alusão ao dia 29 de abril de 1964, data em que o ex-prefeito Sadi De Marco foi cassado pelo regime militar, a Câmara de Vereadores de Chapecó fará uma Sessão Solene de restituição do mandato do seu mandato. A iniciativa é da Universidade Federal Fronteira Sul, por meio do professor Claiton Marcio da Silva, que estuda a trajetória de Sadi De Marco desde 1998, e do Legislativo chapecoense.

       Por meio de um decreto legislativo, a Câmara de Chapecó formalizou o pedido de restituição simbólica do mandato, iniciativa que foi aprovada por  unanimidade, por entender que o mandato de Sadi foi importante, principalmente pelo impulso econômico. Sadi nasceu em 1938 e mudou-se do Rio Grande do Sul para Chapecó na década de 1940. Estudou em Erechim e Porto Alegre, formando-se em Direito na Universidade de Passo Fundo, na década de 1960.

       Em 1962 se elegeu vereador em Chapecó pelo Partido Trabalhista Brasileiro, PTB, e, ao longo dos dias posteriores ao golpe militar de 31 de março de 1964, foi preso e interrogado juntamente com outros membros do PTB. Sadi De Marco foi eleito prefeito em 1965, com 27 anos, o mais jovem da história do município.

       Ao longo da administração realizou reformas urbanas, construção de escolas, pavimentação, assim como a criação da Sociedade Amigos de Chapecó e a exposição Efapi, estando à frente da organização da primeira edição da feira. Entre 1965 e 1969 foi também presidente do PTB local, da Associação dos Municípios do Oeste de Santa Catarina, AMOSC, tornando-se uma referência política na região. Após ser cassado sem justificativa  pelo AI-5, em 29 de abril de 1969, dedicou-se à advocacia.

       Sadi de Marco residente em Beltrão desde o início da década de 80 e colaborou com o crescimento do Município, sendo o idealizador da vinda do antigo frigorífico Chapecó, hoje BRF. Também foi homenageado com o Título de Cidadão Honorário de Beltrão.