REUNIÃO DEBATE ACESSIBILIDADE

       O vereador Paulo Grohs, PSDB, presidente da Câmara, e o prefeito Antonio Cantelmo Neto, PMDB, acompanhados dos advogado Fabricio Mazon, assessor jurídico da Câmara, e Eduardo Savarro, procurador jurídico da prefeitura, se reuniram com a promotora Camille Marques Dib Crippa, em seu gabinete, no Fórum. O assunto debatido foi relacionado a medidas de acessibilidade no prédio onde funciona a Câmara de Vereadores. Camille é promotora dos direitos das pessoas com necessidades especiais.

      O problema é o acesso ao segundo piso, onde funcionam a parte administrativa e o plenário. O acesso se dá somente por escadaria, o que gera problema para deficientes físicos. No ano passado Paulo Grohs se reuniu com a promotora, que pediu providências. Porém, o prédio pertence à prefeitura e conforme orientação do Tribunal de Contas do Estado, o Legislativo não pode investir na estrutura física. Com isso, cabe ao executivo adotar as medidas necessárias.

       Ao final da reunião o prefeito e o presidente da Câmara assinaram um Termo de Ajustamento de Conduta para que no máximo, em 120 dias, a situação seja solucionada. Possivelmente será colocada uma plataforma. Imediatamente o projeto será elaborado para que a prefeitura faça a licitação para definir a empresa que vai fornecer e instalar o equipamento. Com isso, a situação estará resolvida, atendendo a questão de acessibilidade.