REUNIÃO TRATA DA ADEQUAÇÃO DO NÚMERO DE VERADORES

       Na quinta-feira, dia 10 de abril, a Câmara de vereadores de Francisco Beltrão iniciou o roteiro de reuniões para debater com a sociedade civil organizada e entidades a fixação do número de vereadores para a próxima legislatura. Atualmente são dez, mas pela legislação em vigor, que se baseia no número de habitantes que o município possui, poderiam ser até 17 vereadores.

       O primeiro encontro foi com dirigentes e representantes dos partidos políticos de Francisco Beltrão. Compareceram 19 dos 21 partidos convidados. Somente dirigentes do DEM e do PR não estiveram presentes. Na oportunidade os vereadores explicaram a necessidade desta adequação e todos os participantes também tiveram espaço para se posicionar. A maioria defende que é preciso aumentar o número de assentos na Câmara. Porém, cada partido discutirá o tema com seus filiados para depois apresentar um posicionamento oficial.

       De acordo com o vereador Paulo Grohs, PSDB, presidente da Câmara, é exatamente este o objetivo, fazer com que as entidades debatam o assunto com os seus integrantes. Também reafirmou que as definições destes encontros serão respeitadas pelo Poder Legislativo, visto que é a maneira mais aberta, justa e democrática de tratar do assunto, envolvendo diretamente a sociedade.

       A próxima reunião está agendada para o dia 30 de abril e terá a participação de dirigentes de entidades e associações organizadas. Uma Audiência Pública envolvendo todos os segmentos da sociedade será realizada no dia 21 de maio, data em que o assunto será definido, ou seja, com uma posição das lideranças, representando toda a comunidade, se serão mantidos dez vereadores ou se haverá acréscimo a partir da próxima legislatura. Se for definido pelo aumento, também sairá a posição sobre quantos vereadores a Câmara de Beltrão terá a partir de 2017.

       Dos dez vereadores de Francisco Beltrão, sete compareceram na reunião desta quinta-feira. Estiveram presentes Alfonso Bruzamarello, PTB, Brizola, PSL, Elenir de Souza Maciel, PP, Ivanir Tupi Prolo, PP, Maria de Lourdes Pazzini, PMDB, Paulo Grohs, PSDB, e Valmir Dile Tonello, PMN.