Polícia Militar de Francisco Beltrão prestou homenagem a Tiradentes

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, patrono da Polícia Militar brasileira, foi homenageado na manhã desta sexta-feira, 21, Dia de Tiradentes, no 21º Batalhão de Polícia Militar de Francisco Beltrão. Estavam presentes Major Antonio Schinda, comandante do 3ºSubgrupamento de Bombeiro Independente, Major Luiz Fernando Coradini, comandante do 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, Valderes Scalco, delegado da 19ª SDP, Rodrigo Inhoatto(PDT), vereador representante da Câmara de Vereadores, Joares Ribeiro, diretor executivo da Associação Empresarial (Acefb), Pedrinho Veronese, secretário municipal de Administração, Valdeci Priester, chefe da 30ª Ciretran, Lurdinha Bertani, chefe do Núcleo Regional de Educação, além de representantes de Rotarys, Lojas Maçônicas, alunos do programa Formando Cidadão e imprensa.

Para Rogério Pitz, comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar, a solenidade serviu ainda para reflexão da profissão. “No próprio juramento do policial militar ele se propõe em colocar a vida dele para proteger a sociedade, poucas profissões são assim. Todos os dias, quando recebemos um chamado, nós saímos para defender pessoas anônimas, não sabemos quem nós vamos defender. Sem contar que nossa carreira gera um alto nível de estresse. Então são vários motivos que nos levam a comemorar esta data, pois Tiradentes foi um exemplo, esperamos que surjam outros “Tirandentes” em nossa sociedade. Esses bons exemplos é que devemos cultuar”, disse Pitz. “Porque observamos na atualidade pessoas que tínhamos como referência e vem caindo suas máscaras, revelando a face do mal. Pra cada ação do mal temos que fazer das ações do bem. Mas felizmente nossa sociedade tem mais pessoas do bem”, desabafa o capitão.

Major Coradini lembra que é preciso sempre resgatar essas figuras que fizeram tanto pelo País, referência para o que somos hoje. “E nós estamos aqui nessa manhã para mostrar a integração que o Exército Brasileiro tem com as demais forças de segurança, além do que estamos desenvolvendo fiscalizações de produtos controlados e tráfico internacional de drogas e armas nas fronteiras Brasil, Paraguai e Argentina.”

Major Schinda também reforça a parceria entre as forças de segurança. “Viemos comemorar o que foi Tiradentes, capturado, torturado e que deu a sua vida pela sociedade. Esse é o exemplo que devemos seguir, muitas vezes o policial militar dá sua vida em favor da sociedade. Todas as nossas missões são direcionadas para isso, é uma data especial.”

Ações conjuntas

Na quarta-feira, 20, Polícia Militar, Civil, Corpo de Bombeiros, Conselho Tutelar, Prefeitura e Vigilância Sanitária de Francisco Beltrão realizaram a Aifu (Ações Integradas de Fiscalização Urbana). “Saímos em comboio e cada órgão fez a fiscalização que compete a sua área. Foram averiguadas questões de alvarás, casos de pessoas com mandado de prisão, quando nos juntamos, a ação fica mais efetiva”, comemora o capitão Pitz.

Mais denúncias

“A população deve ser os olhos da polícia na sociedade. Qualquer situação de anormalidade, as pessoas devem informar a polícia para averiguação. Não é possível que 99% de nossa população vai se acovardar, deixando de denunciar”, manda o recado Rogério Pitz. Entre os telefones úteis para denúncias estão o 190, 181, 100 e 197.

*fonte: Jornal de Beltrão