Vereadores debatem e aprovam quatro projetos de lei e outros quatro requerimentos

Os vereadores de Francisco Beltrão discutiram e votaram nesta segunda-feira, 03, quatro projetos de lei. Os três primeiros propostos pelo executivo municipal, que consistem em autorizar a empresa Sidnei Souza de Oliveira Mármores e Granitos ME, a utilizar um imóvel do município, em comodato, no Distrito Industrial Romano Zanchet. Os dois seguintes para abrir um crédito adicional no orçamento do município, ambos para a secretaria de saúde em parceria com ARSS/CRE, a exemplo da cirurgia de Cataratas, que aconteceu no mês de fevereiro em Francisco Beltrão. Além disso, no transporte de pacientes para Curitiba.

O último projeto de lei da sessão, foi aprovado por unanimidade em primeira discussão e votação, proposto pela vereadora Elenir Maciel(PP) na instituição da semana municipal de acessibilidade  e inclusão produtiva. A data proposta é na semana que compreende o dia 21 de setembro, alusivo ao dia nacional de luta da pessoa com deficiência.

Na sequência foram votados e aprovados outros quatro requerimentos. O 082/17, das vereadores Elenir Maciel(PP) e Lourdes Pazzini(PMDB) consiste na viabilização de recursos junto aos deputados estaduais Ademar Traiano(PSDB) e Wilmar Reichembach(PSC) e deputado federal Nelson Meurer(PP), para melhorias na escola municipal Basílio Tiecher, do KM20. O 083/17, dos vereadores Camilo Rafagnin(PT) e Rodrigo Inhoatto(PDT) solicitando melhorias nos ginásio municipais e praças esportivas, que segundo relato recente do secretário de esportes, Otávio Muniz, na tribuna da Câmara, está em situação caótica, pela ausência de investimentos nos últimos anos.

Já os vereadores Léo Garcia(PSC), Fran Schmitz(PSDB) e Silmar Gallina(PSDB) subscreveram  o requerimento 084/17 pedindo informações sobre onde está sendo investido os recursos recolhidos nas taxas de embarque da rodoviária municipal, pois a cada chuva, a estrutura demonstra vulnerabilidade na parte estrutural, ou seja, literalmente chove dentro da rodoviária. Segundo o vereador Léo, o recurso deveria servir para sanar problemas internos e atender as demandas existentes na rodoviária.

Por fim, o vereador Aires Tomazoni(PMDB) cogitou a possibilidade de proceder a medição para a instalação da rede coletora de esgoto nas ruas Maravilha, Tijucas, Timbó e Pato Branco, no bairro São Cristovão. A justificativa é de que só existe esgoto em um dos lados da via.

Nesta terça-feira, 04, tem a segunda votação e discussão dos projetos de lei e mais quatro requerimentos do legislativo. A sessão inicia pontualmente às 14h, no plenário da Câmara de Vereadores.