Aniversário do município gera intenso debate na câmara

A data da comemoração do aniversário do município voltou à pauta e gerou muita discussão ontem na câmara de vereadores. Foi votado o parecer da comissão especial encarregada de analisar o assunto. O parecer era de que o projeto deveria ser arquivado, mas foi rejeitado por sete votos a três e com isso o projeto segue tramitando. Já está pronto um substitutivo geral que propõe a manutenção do dia do município em 14 de dezembro, porém a comemoração passa para 14 de novembro. A matéria deve entrar em pauta nos próximos dias. Porém os vereadores Cezar Cabeleireiro (PMDB) e Jocemar Madruga (PT) se posicionaram contra a matéria e ameaçaram entrar na justiça para derrubar a mudança, se houver a aprovação.


Foi aprovado por unanimidade o projeto 37, do executivo, que trata de abertura de Crédito Adicional Suplementar e Especial ao Orçamento Geral do Município do exercício financeiro de 2011, com parte dos recursos do superávit financeiro do exercício anterior. Cerca de R$ 44 mil serão investidos na implantação de internet em comunidades do interior do município.


Também foi aprovado requerimento do vereador Jocemar Madruga (PT), solicitando informações sobre o motivo pelo qual Pronto Atendimento 24 Horas precisa de confirmação via fax para encaminhar pacientes até o Hospital São Francisco. Essa matéria gerou uma longa discussão sobre saúde entre os vereadores.A câmara volta a se reunir hoje, às 18h


 


Ivo Santos retornou


 

A sessão de ontem marcou o retorno do vereador Ivo Santos (PSC) que esteve afastado do legislativo por 30 dias para tratamento de saúde. Nesse período, foi substituído por Nelson Ferrari (PTB).