HOMENAGEM DOM AGENOR

       Na
segunda-feira (9) foi realizada solenidade na Câmara de Vereadores de Francisco
Beltrão para a entrega da placa de Moção de Aplauso para Dom Agenor Girardi,
Bispo da Diocese de União da Vitória. A concessão da honraria é iniciativa do
vereador Paulo Grohs (PSDB). A proposição foi aprovada por unanimidade.
Lideranças da Igreja Católica, familiares e amigos do homenageado lotaram o
plenário da Câmara. A Diocese do Sudoeste foi representada pelo padre Aldemir
Belaver. Os padres Dirceu Lopes, Superior Provincial da Congregação dos Missionários
Coração de Jesus, Província de Curitiba, e Nilzeu Garcia, da Paróquia Nossa
Senhora Aparecida, também compareceram.

      O vereador Paulo enfatizou que o objetivo do Poder Legislativo é
reconhecer os relevantes serviços prestados por Dom Agenor à população
beltronense e sua conduta pautada nos princípios éticos e cristãos. Destacou
ainda que, além de líder religioso, Dom Agenor é referência em seu ministério
episcopal, refletindo na sociedade seus valores e atos de doação e amor ao
próximo. Um líder que com sua sabedoria sabe ouvir as pessoas e sempre estar
atento às suas necessidades.

       No final da solenidade amigos da
juventude e da Jornada Jovem também prestaram homenagem a Dom Agrnor. Osmar
Ribeiro, campeão do torneio internacional de trova, de Vacaria, acompanhado de
Carlos Gregório no Acordeon, declamou vários versos. Diversas pessoas que tiveram
a felicidade de conviver com Dom Agenor na juventude também estavam presentes
na Câmara.

       Dom Agenor tem 64 anos, nasceu no dia 2
de fevereiro de 1952 em Orleães, Santa Catarina, filho de Santino e Tereza Girardi.
Em 1966 ingressou no Seminário São José dos Missionários do Sagrado Coração de
Jesus, em Francisco Beltrão. Cursou filosofia na Pontifícia Universidade
Católica de Campinas, em São Paulo. Em 1974, quando era seminarista, participou
da Jornada Jovem em Anita Garibaldi, Santa Catarina, e lá conheceu esse
movimento.

       Em 1975 foi o fundador da 1ª Jornada
Jovem em Francisco Beltrão. Desde então tornou-se a principal referencia da
Jornada em nosso município. Inclusive, após ordenado sacerdote, foi diretor
espiritual desse movimento e ajudou a implantar a jornada jovem em vários
estados, dentre eles o Rio Grande do Sul, no período em que exerceu a função de
Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre. 

       Em 1978 fez o noviciado em São Paulo e
nos anos seguintes cursou teologia também na capital paulista. É mestre em
teologia e espiritualidade pela Universidade Gregoriana de Roma. Também é mestre
em teologia da vida consagrada pelo Instituto Claretiano de Roma. Dom Agenor
fez os primeiros votos religiosos em 2 de fevereiro de 1979, em São Paulo. No
dia 1º de fevereiro de 1982 fez os votos perpétuos também em São Paulo. Recebeu
o diaconato em 09 de maio de 1982, das mãos de Dom Luciano Pedro Mendes de
Almeida, na Vila Formosa, São Paulo. Sua ordenação sacerdotal aconteceu aqui em
Francisco Beltrão, em 05 de setembro de 1982, das mãos de Dom Agostinho José
Sartori.

       Durante seis anos foi reitor do
Seminário Menor São José em Francisco Beltrão. No período de 1991 a 1995 exerceu
o cargo de mestre de noviços em Pirassununga, estado de São Paulo. Por três
anos Dom Agenor trabalhou na Conferência dos Religiosos do Brasil, no Rio de
Janeiro, na coordenação do Centro de Teologia e Espiritualidade, no período de
1996 a 1998. De 1999 a 2001 foi reitor e pároco do Santuário Nossa Senhora do
Sagrado Coração, no Bairro Pinheirinho, em Curitiba.

       Retornou a Francisco Beltrão em 2001 e
até 2010 atuou na Paróquia São José, no Bairro Vila Nova. Inicialmente como
vigário paroquial e depois como pároco. Neste período Dom Agenor trabalhou na
orientação de retiros e cursos em muitas congregações religiosas do Brasil. Foi
assessor do setor juventude da Diocese de Palmas e Francisco Beltrão, membro do
Conselho de Presbíteros e decano diocesano da Coordenação Pastoral do Decanato
de Francisco Beltrão. Em 2011 assumiu um novo desafio em sua vida religiosa. De
08 de abril de 2011 a 11 de junho de 2015 atuou como Bispo Auxiliar na
Arquidiocese de Porto Alegre. No dia 12 de junho de 2015 assumiu como Bispo
titular da Diocese de União da Vitória. 

%d blogueiros gostam disto: