COOHABEL É DECLARADA DE UTILIDADE PÚBLICA



18-06-2008


      



       Dois projetos e diversos requerimentos foram aprovados por unanimidade nas Sessões Ordinárias realizadas nesta semana pela Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. O projeto 39, do executivo, trata da abertura de crédito adicional no orçamento vigente, na ordem de R$ 991.192,89. O projeto 19, dos vereadores Irineu Miller e Cleber Fontana, ambos do PT, Declara de Utilidade Pública a Cooperativa Habitacional Beltronense, COOHABEL.


       A vereadora Inez de Oliveira Santos, PSDB, reivindicou a ampliação e pintura na pracinha do bairro Sadia. Também pediu a conclusão do muro no Centro de Educação Infantil do bairro Sadia. O vereador Euclides Kidinho Ferreira dos Santos, PSDB, sugeriu ao executivo a construção de uma sede própria para o Clube de Mães Irmã Raquel, da comunidade de Linha Triton.


       Celmo Salvadori, PP, solicitou envio de ofício para o gerente da Copel, Flavio Medeiros, cobrando investimentos para que seja resolvido o problema de fornecimento de energia elétrica para a comunidade de Nova Concórdia. Sugeriu a troca de alguns postes e travessas, aumento do número de transformadores, substituição das redes de baixa e de alta tensão, além de interligar a rede de alta de tensão do Rio do Mato até Nova Concórdia.


       De acordo com Salvadori, a situação precária do sistema de energia elétrica em Nova Concórdia se arrasta por vários anos e a Copel não atende as reivindicações dos moradores, tomando apenas medidas paliativas, que não resolvem as deficiências. Citou um exemplo ocorrido no último final de semana, quando as duas escolas da comunidade realizavam a festa junina. Houve falta de energia por mais de uma hora, trazendo uma série de transtornos aos participantes e grande prejuízo financeiro para as escolas, visto que a maioria das pessoas foram embora. Foi anexado ofício das direções das duas escolas de Nova Concórdia mostrando o descontentamento com o problema.


       Também através de requerimento a vereadora Elenir de Souza Maciel, PP, gestinou rede coletora de esgoto na rua Rui Ramos e alargamento da rua venezuela, no bairro Luther King. O vereador Adair Machado, PSDB, pediu ao DER a colocação de redutores de velocidade na PR 566, comunidade de Vila Lobos, próximo do acesso à Escola de Campo Casa Familiar Rural.


       O vereador Irineu Miller, PT, solicitou a instalação de redutores de velocidade na rua Colorado, no bairro Antonio de Paiva Cantelmo, e na rua José Bonifácio, no bairro São Miguel. Outros dois requerimentos do vereador Miller foram rejeitados. Ele gestionava calçamento na rua Califórnia, bairro Antonio de Paiva Cantelmo, em frente ao Ibama, e pedia informações do executivo sobre o cumprimento da lei que instituiu o bônus hora-máquina aos agricultores de Beltrão.


 


                                         PAUTA DA PRÓXIMA SESSÃO        


 


       A próxima Sessão Ordinária da Câmara será segunda-feira, dia 23, às 18 horas. Serão votados dois projetos e três requerimentos. O projeto 17, do Legislativo, de autoria do vereador Celmo Salvadori, PP, sugere alteração na lei municipal 2.885, de 2002, que trata do transporte de estudantes à domicílio.


       A mudança proposta é que a permissão dos serviços de transporte de estudantes à domicílio deverá destinar vagas para veículos pertencentes à pessoas físicas e jurídicas, com possibilidade de migração de uma classe para outra se houver necessidade pela constituição ou baixa de pessoa jurídica. A lei em vigor atualmente não permite esse tipo de migração.


       O projeto 40, do executivo, autoriza a concessão der auxílio financeiro para a APMI, na ordem de R$ 4.648,36. O dinheiro será usado para o pagamento de despesas relativas a uma Reclamatória Trabalhista. Os requerimentos em pauta são dos vereadores Ivanir Tupi Prolo, PP, e Inez de Oliveira Santos, PSDB.

%d blogueiros gostam disto: