Dos projetos em pauta, apenas um foi votado

Dos cinco projetos em pauta na sessão da câmara de vereadores ontem à noite, quatro foram retirados de pauta e devem voltar a ser discutidos somente na próxima segunda-feira.

As matérias que tratam dos subsídios do prefeito, vice, secretários e vereadores voltam a ser estudados pelas comissões e deverão voltar para análise em plenário na próxima segunda. A discussão ficou centrada nos subsídios do prefeito, já que foram apresentadas emendas, propondo alteração de valor.

O único projeto votado foi o número dois, do legislativo, do vereador Paulo Grohs (PSDB),  que trata da implantação do telefone 125 com ligação gratuita para o Conselho Tutelar, bem como a instalação de placas em toda a rede municipal de ensino e demais órgãos públicos municipais, divulgando o referido número. A matéria recebeu aprovação unânime.

Também foi retirado de pauta o projeto do vereador Jocemar Madruga (PT), que declara de utilidade pública a associação de vitimados pelo trabalho no sudoeste do Paraná. Igualmente retirado de pauta uma proposta de alteração à lei orgânica do município, de autoria da mesa da câmara, determinando que pessoas inelegíveis não possam ser nomeadas para qualquer cargo no âmbito do município.

Foi aprovado por unanimidade requerimento do vereador Celso Antunes (PSDB), propondo envio de ofício ao Conpev, Conselho de Pastores Evangélicos, parabenizando pela realização da marcha para Jesus, que teve a participação de cerca de 4 mil pessoas em Francisco Beltrão.

A câmara volta a se reunir hoje, às 18h.

%d blogueiros gostam disto: