DIDIO ASSUMIU VAGA NO LEGISLATIVO


– 11-07-2007 –  


 


            Na Sessão Ordinária realizada pela Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão na segunda-feira, dia 9, foi empossado o suplente Luiz Carlos Santos da Silva, o Didio, PSDB, 51 anos, morador no bairro Jardim Seminário. Didio será vereador por 30 dias, em substituição a seu colega de partido, Euclides Kidinho Ferreira dos Santos, que se licenciou. A solenidade foi prestigiada por todos os vereadores, pelo prefeito Vilmar Cordasso, PP, pelo vice-prefeito Wilmar Reichembach, PSDB, lideranças comunitárias, empresários, amigos e familiares.


            Didio obteve 816 votos na última eleição municipal e apesar do curto período que ficará no Legislativo, prometeu muito trabalho. Emocionado, em seu discurso de posse ele relatou a importância de ser vereador em Beltrão. Lembrou que o município é referência para toda a região e isso aumenta a responsabilidade de suas lideranças. Didio enfatizou que Beltrão vive a democracia em sua plenitude e isso facilita o seu desenvolvimento. Também aproveitou para mostrar a sua decepção com a política nacional, em função dos muitos escândalos que têm acontecido no país.


            Todos os vereadores também usaram a Tribuna para dar as boas vindas ao novo colega e parabenizar o vereador Kidinho em cedeu a vaga para que mais um suplente possa realizar o sonho de ser vereador. Didio é o quarto suplente que assume nesta legislatura. Já tiveram a oportunidade de assumir os suplentes Dázio Zanatta, PFL, no lugar de Elenir de Souza Maciel, PP, Almir Calegari, PT, que ocupou a vaga de Irineu Miller, PT, e Edson Tiecher, PMDB, que substituiu Cleber Fontana, PMDB.


 


             REGULAMENTADA A REALIZAÇÃO DE SESSÕES NO INTERIOR


 


        Todas as matérias em pauta nas Sessões Ordinárias realizadas esta semana pela Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão foram aprovados por unanimidade. Foram dois projetos do executivo e um dos legislativo. O 17 é relacionado à reformulação do Plano Diretor. Ele trata do Parcelamento do Solo Urbano de Beltrão. Esse projeto recebeu uma emenda, do vereador Anízio Cezar Pereira, sem partido aprovada por unanimidade. Determina que o lote mínimo para efeito de novas aprovações de parcelamento é de 240 m2 de área e testada mínima de 10 metros lineares.


        O 53 trata da concessão de auxílio financeiro para a Associação Bom Samaritano, da Comunidade Terapêutica Betel, que realiza trabalho de recuperação de dependentes químicos e alcoólatras. Serão repassados mensalmente R$ 210,00 por interno, com limite de atendimento a nove internos, ou seja, mensalmente a prefeitura repassará R$ 1,890,00.


        A matéria do legislativo é o Projeto de Resolução 003, da Mesa Diretora, que regulamenta a Resolução que trata da realização de Sessões Ordinárias e Extraordinárias nos bairros e nas comunidades do interior do município. Estas sessões poderão ser agendadas nas segundas ou terças-feiras, às 19:30 horas. Somente uma sessão poderá ser realizada mensalmente fora do recinto da Câmara.


        O vereador Irineu Miller, PT, apresentou uma emenda que autorizava duas pessoas da localidade onde a sessão fosse realizada a usarem a Tribuna. A emenda teve seis votos contrários e foi rejeitada. Com isso foi aprovado o projeto original, sem emendas. Foram favoráveis à emenda, além do autor, o vereador Cleber Fontana, PMDB, e a vereadora Elenir de Souza Maciel, PP.


        O vereador Cleber Fontana apresentou Indicação pedindo que a administração municipal auxilie a família residente na rua Rio Grande do Sul, 2.765, bairro São Cristóvão, no sentido de relocar a residência que está ameaçada de ser atingida por desmoronamento de terra de um lote localizado ao lado. Como há risco de soterramento desta casa, Cleber sugeriu que algo seja feito o mais breve possível para evitar um incidente grave no local.


        Também foi aprovado requerimento do vereador Cleber solicitando envio de ofícios ao policial José Adams Brizola, coordenador do PROERD, e para Édio Vescovi, do Conselho Tutelar, convidando-os a comparecer na Câmara para usarem a Tribuna e explanarem sobre a situação das crianças e adolescentes de Beltrão, bem como comentarem sobre os trabalhos desenvolvidos pelo PROERD e pelo Conselho Tutelar.


        Os vereadores também apresentaram reivindicações através de Indicações. A vereadora Inez de Oliveira Santos, PSDB, pediu a abertura de boca de lobo na rua Campinas, esquina com a Taubaté, no bairro Pinheirinho. O vereador Celmo Salvadori, PP, reivindicou das secretarias Municipal e Estadual de Educação a construção de muro, com tela, na Escola Municipal Nossa Senhora de Fátima e Colégio Estadual Arnaldo Busato de Nova Concórdia. Celmo também gestionou da Secretaria Municipal do Interior melhorias nas estradas da comunidade de Linha Calegari, até Nova Concórdia. Segundo ele, as estradas de Linha Calegari estão em péssimas condições e necessitam de reparos com urgência.


        Outras três Indicações são do vereador Luiz Carlos Santos da Silva, o Didio, PSDB. Para o bairro Jardim Seminário ele pediu a abertura da rua Arapoti, até a Buenos Aires, além da construção de uma ponte no rio Urutago. Didio também reivindicou calçamento com pedras irregulares na rua Pato Branco, ligando os bairros São Cristóvão e Água Branca, e a construção de banheiros públicos nas unidades de saúde dos bairros Vila Nova e Industrial.


 


                                        PAUTA DA PRÓXIMA SESSÃO


 


        Na próxima segunda-feira, dia 16, às 18 horas, a Câmara vai promover mais uma Sessão Ordinária. O presidente do Legislativo, Ivanir Tupi Prolo, PP, determinou para a pauta dos trabalhos a análise e votação das seguintes matérias: projeto 008 do Legislativo, do vereador Irineu Miller, PT, que dispõe sobre medidas a serem tomadas no âmbito da Administração Municipal para evitar a prática de assédio moral; projeto 54 do Executivo concedendo auxílio financeiro para a APMI e seis requerimentos, dos vereadores Luiz Carlos Santos da Silva, PSDB, Celmo Salvadori, PP, e Inez de Oliveira Santos, PSDB.