PROJETO CAMINHOS DO SUDOESTE

       Nesta
sexta-feira (15), no auditório da Amsop, em Francisco Beltrão, a Casa Civil do
Governo do Estado realizou uma reunião pública para debater o projeto Corredor
do Sudoeste, que prevê a modernização da PR 280, que passa por 13 municípios do
Sudoeste.

       Diversos vereadores compareceram para
prestigiar o encontro. Dentre as autoridades presentes o chefe da Casa Civil,
Valdir Rossoni, Antonio Carlos Bonetti, secretário estadual de Meio Ambiente, e
os deputados estaduais Ademar Traiano (PSDB), presidente da Assembléia
Legislativa, Wilmar Reichembach (PSC), Guto Silva (PSC) e Paulo Litro (PSDB).

       O principal objetivo foi apresentar os
estudos de viabilidade técnica, econômica, financeira e jurídica para
implementação do corredor. O tema será tratado em audiências públicas em todos
os municípios atingidos. O trecho a ser beneficiado é de 285 quilômetros, entre
Realeza ao trevo do Horizonte, em General Carneiro. O investimento previsto é
de R$ 3,3 bilhões, inclusive com 170 quilômetros de terceiras faixas.

       O estudo não prevê duplicação, nem mesmo
entre Francisco Beltrão e Pato Branco. A proposta é instalar seis praças de cobrança
de pedágio em Realeza, Santa Izabel do Oeste, Francisco Beltrão, Pato Branco,
Clevelândia e Palmas. Os coordenadores relataram que este encontro em Francisco
Beltrão abriu a fase de discussão do projeto com a sociedade e os segmentos
organizados.