SESSÃO NO RIO TUNA

       Na segunda-feira, dia 25 de Agosto, a Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão realizou mais uma Sessão Ordinária Itinerante, a oitava do ano. Foi no Centro Comunitário do Rio Tuna. As sessões fora do recinto da Câmara são promovidas uma vez por mês, nos bairros e localidades do interior do município, de forma alternada. Durante a tarde os vereadores Ivanir Tupi Prolo, PP, e Paulo Grohs, PSDB, presidente da Câmara, estiveram no local  conversando com os moradores para saber das reivindicações, que foram encaminhadas através de Requerimento.

       Na sessão foram debatidos e aprovados por unanimidade quatro Projetos do Executivo e um Requerimento. O 71 autoriza a abertura de Crédito adicional no orçamento da prefeitura, no valor de R$ 216 mil, para aquisição de terrenos onde serão construídas as unidades básicas de saúde dos bairros Sadia, Seminário e Miniguaçu. O 72 prevê abertura de crédito adicional de R$ 95 mil, dinheiro repassado pelo Ministério da Saúde, para reformas na unidade de saúde do Bairro Pinheirinho. O projeto 74 autoriza a abertura de crédito adicional de R$ 288 mil para a compra de terrenos onde será construída a unidade de saúde do Bairro Marrecas. O 77 autoriza a permuta de lote para a construção da unidade básica de saúde do KM 20.

       Por meio de Requerimento o vereador Alfonso Bruzamarello, PTB, cobrou da administração municipal uma série de melhorias e investimentos no Bairro Industrial, caso da instalação imediata da rede coletora de esgoto, colocação de postes e novas luminárias na região do lago, limpeza dos lotes baldios do município e particulares, canalização das águas pluviais que atravessam a avenida Julio Assis Cavalheiro e fiscalização mais rigorosa para evitar que o lixo seja jogado em via pública.

        No final da sessão falou na Tribuna Dorisete Correia, que apresentou as principais reivindicações da comunidade, com destaque para os seguintes pleitos:


 

·         melhorias nas estradas e nos acessos as propriedades;

·         implantação do programa porteira para dentro;

·         abertura da unidade de saúde que está sem prestar atendimento;

·         melhorias da saúde pública, com mais especialistas, medicamentos, exames com mais agilidade e atenção especial aos enfermos;

·         melhorias na educação com a construção do novo colégio e transporte seguro aos alunos;

·         viabilizar o  ensino médio na comunidade;

·         academia da terceira idade;

·         cursos de música, instrumentos e teatro;

·         iluminação do campo de futebol;

·         subsidiar calcário, assistência técnica e inseminação,

·         cooperativa de leite com industria;

·         calçamento ligando o Rio Tuna ao Divisor;

·         melhorias nas pontes;

·         troca da iluminação da Vila;

·         conclusão do aterro na área de estacionamento;

·         instalação de torre para sinal de telefonia móvel;

·         construção de uma capela mortuária;

·         aquisição de materiais para reforma da churrasqueira;

·         obras de melhorias no cemitério.