Câmara define que motéis e clubes noturnos devem ficar fora da cidade

A Câmara de vereadores de Francisco Beltrão aprovou na sessão desta segunda-feira dois projetos de lei do legislativo. Teve aprovação unânime o projeto 10, do vereador Celmo Salvadori (PP) que delimita a distância mínima de 2 quilômetros do perímetro urbano para a construção, instalação e funcionamento de motéis, clubes noturnos e clubes de danças. 


Também foi aprovado por unanimidade o projeto do vereador Cézar Cabeleireiro (PMDB), que altera o texto da lei municipal 3.807, fixando o número mínimo de funcionários para a empresa ADF, beneficiada com concessão de uso de lote no distrito industrial Romano Zanchet para a instalação de tinturaria e lavanderia industrial. Foi aprovado requerimento do vereador Jocemar Madruga (PT), solicitando informações à Acefb/Findex, sobre a empresa Kras ambiental. O vereador solicita diversas informações a respeito da empresa, como o seu histórico e objetivos; se recebeu verbas do Finep e quais os resultados para o município. Ao comentar a matéria, Madruga disse ter informações  de que a empresa teria recebido um financiamento de R$ 700 mil, mas nem estaria mais em atividade no município, motivo pelo qual deseja esclarecimentos a respeito do assunto.


A proposição do vereador Ivo Santos (PSC), de envio de ofício parabenizando o trabalho dos Gideões Internacionais no município também foi aprovada por unanimidade.


A câmara volta a se reunir hoje às 18 horas, quando analisará os dois projetos aprovados ontem, além de outros requerimentos de autoria dos vereadores. A sessão é aberta à participação do público.