Madruga cobra posição da Acamsop a respeito do número de vereadores

Em um enfático pronunciamento no legislativo beltronense na segunda-feira, o vereador Jocemar Madruga (PT), tratou da definição do número de vagas nas câmaras municipais. E criticou a Acamsop-13, entidade que representa a categoria, mas, que até agora não se manifestou a respeito do assunto. “Esperamos uma posição da nossa entidade. “E que seja feita uma campanha na mídia, esclarecendo a população a respeito do assunto”, sugeriu Madruga. Ele lamentou campanha que circula nas redes sociais e que afirma que os vereadores trabalham apenas cinco horas por semanas. “Quem dos senhores trabalha cinco horas por semana?” , indagou.


O vereador petista diz que não teme o debate a respeito do assunto. Segundo ele, a discussão é salutar e deveria estar acontecendo nos meios estudantis e universitários. “Infelizmente, só sofremos ataques porque o vereador é o elo mais fraco, está mais perto da população”, enfatizou.  E reiterou que tem a tranqüilidade para fazer a defesa do parlamento. “Política é igual a futebol; todo mundo tem solução para tudo, mas cabe a nós defender o legislativo. Defendo mais representatividade”, destacou.


Madruga estranhou que os mesmos que criticam um maior número de vereadores se omitem em relação a outros poderes, especialmente ao judiciário. “A justiça é lenta, acumula e engaveta processos, mas ninguém se levanta contra o judiciário”.


Madruga foi aparteado pelo vereador Ivo Santos (PSC), que elogiou a postura do parlamentar petista e enfatizou: “nós não somos fracos nem covardes. Vamos levar a verdade ao povo”.


Celso Antunes (PSDB) também pediu aparte e elogiou Madruga pelo seu pronunciamento. “Não estamos inventando leis e sim nos adequando à constituição”, destacou Antunes.