ASSOCIAÇÃO É DECLARADA DE UTILIDADE PÚBLICA

       Na Sessão Ordinária de segunda-feira, dia 6, os vereadores de Francisco Beltrão debateram e aprovaram várias matérias. Um dos projetos, do Legislativo, de autoria do vereador Alfonso Bruzamarello, PTB, Declara de Utilidade Pública a Associação de Grupos de Idosos Bem Viver. Integram a associação todos os grupos de idosos da cidade e interior do município. Com esta declaração, a entidade terá condições de buscar recursos públicos para a manutenção dos grupos e implantação de novos projetos.

       Outros três projetos são do Executivo. O 81 autoriza a renovação da concessão de direito real de uso de terreno rural do município, localizado na Vila Lobos, com área de 10.350 m2, por parte da Associação dos Revendedores de Insumos Agrícolas do Sudoeste, que atua na coleta e reciclagem de embalagens plásticas de agrotóxicos e defensivos agrícolas. Os outros dois projetos tratam da abertura de crédito adicional no orçamento da prefeitura.

       O vereador Brizola, PSL, requereu da Copel, agência de Francisco Beltrão, informações sobre a arrecadação e despesas com energia elétrica no município nos últimos 12 meses. Roberson Artifon Fiera, PT, pediu que o professor e doutor Adilson Alves, da Unioeste, campus de Beltrão, seja convidado a comparecer na Câmara para repassar informações sobre a pesquisa que trata do diagnóstico e percepção da população beltronense sobre o acesso a justiça, conhecimento de leis, violência e segurança.

       A vereadora Maria de Lourdes Pazzini, PMDB, solicitou envio de ofício para o Conselho Municipal de Previdência solicitando avaliação técnica e de impacto financeiro para alteração da legislação municipal sobre a concessão de aposentadoria especial para os servidores municipais do setor de saúde que trabalham expostos a agentes nocivos químicos, físicos ou biológicos pelo período mínimo de 25 anos, prazo já previsto em Lei Federal.   

%d blogueiros gostam disto: