Obesidade infantil foi tema de palestra e debate no Espaço da Arte

Foi realizada uma palestra e um debate, no Espaço da Arte, em Francisco Beltrão, nesta quarta-feira, 28, sobre a obesidade infantil. Na plateia, merendeiras da educação municipal, agentes comunitários de saúde e profissionais de outros segmentos acompanharam o trabalho que é realizado no município para coibir o problema e tiveram a dimensão da gravidade do problema em termos mundial.

A iniciativa é do Conselho Municipal  e da Câmara Intersetorial de Segurança Alimentar e Nutricional, com apoio da administração municipal, por meio das secretarias de Assistência Social, Agricultura, Educação e Saúde, além de vários outros órgãos e entidades. A palestrante, Maria Paula de Albuquerque, falou sobre o desafio que é a obesidade infantil, desde a prevenção até o tratamento. Graduada em medicina e com especialização em nutrologia e metabologia pediátrica, ela repassou importantes informações e respondeu a muitas perguntas dos participantes.

O crescimento emergente do excesso de peso e obesidade infantil terão impacto na saúde da população para os próximos 60 anos, com implicações imediatas na saúde física e mental das crianças e adolescentes. Também são fatores de risco para o desenvolvimento de doenças. Em 2016, 41 milhões de crianças tinham excesso de peso no mundo. No Brasil, estima-se que 2,4 milhões de crianças menores de 5 anos tenham excesso de peso.

Através dos Programas Saúde na Escola e Crescer Saudável o município de Francisco Beltrão vem realizando várias ações de combate a obesidade Infantil. Poder público, conselho e vários parceiros realizam um trabalho permanente de orientação, conscientização e ações que enfocam a alimentação saudável, principalmente na merenda escolar que é consumida diariamente por milhares de crianças.

O assessor de gabinete, Silvio Araújo representou o Poder Legislativo na solenidade de abertura do evento e comentou a importância da discussão do assunto, em todos os segmentos da sociedade civil organizada. Ele também, em nome dos 13 vereadores, colocou a Câmara de Vereadores a disposição das entidades para fomentar a reflexão sobre a obesidade infantil.

%d blogueiros gostam disto: