Câmara de Francisco Beltrão analisou mais de 150 projetos em 2011

O legislativo municipal de Francisco Beltrão teve um ano de intensa atividade. Foram analisados e votados 119 projetos do executivo municipal e 30 projetos de autoria dos vereadores. Foram também votados cinco projetos de decreto e 32 decretos legislativos. Foram aprovados, ainda, dois projetos de emenda à Lei Orgânica do município. “A produtividade foi muito boa, graças ao bom clima que reina na casa”, avalia a presidente Atanazia Hellmann Pedron (PP). Segundo ela, além dos projetos, a câmara analisou e votou 122 requerimentos tratando dos mais diversos assuntos, a maioria solicitando informações ao executivo e outros órgãos públicos. Foram aprovadas cinco moções de aplauso.


Os vereadores apresentaram 185 indicações, através das quais foram sugeridas medidas de interesse público aos órgãos competentes. A atividade do legislativo resultou na expedição de 186 ofícios, 8 ofícios circulares, emissão de  portarias e três resoluções. “De certa forma foi um ano atribulado, com a perda de dois vereadores”, resume a presidente. Atanazia refere-se à perda de dois vereadores no ano que passou. Celmo Salvadori (PP) foi afastado pela justiça, enquanto Luiz Carlos Didio dos Santos (PSDB) faleceu em agosto, após longa enfermidade. Assumiram Elenir Maciel (PP) e Paulo Grohs (PSDB). A presidente destaca dois momentos, um dos quais com intensa pressão popular. Na votação da emenda à lei Orgânica para adequar o texto à Constituição Federal, passando de dez para 15 vereadores, o plenário ficou lotado e as manifestações foram ruidosas.


 


Mudou o feriado do município


 


A alteração da comemoração do aniversário do município, que neste ano foi pela primeira vez em 14 de novembro, foi um marco. “Desta vez o feriado foi efetivamente comemorado por toda a população, ao contrário de outros anos”, observa Atanázia. A mudança foi uma iniciativa da mesa e recebeu a aprovação dos demais vereadores.