Câmara sediou mobilização por recursos para o curso de medicina

Na tarde de terça-feira, 27, o plenário da câmara foi palco para uma reunião de mobilização pela liberação de recursos para a implantação do curso de medicina em Francisco Beltrão. Entre os participantes, estava o prefeito Wilmar Reichembach (PSDB), a presidente da câmara municipal Atanazia Hellman Pedron (PP) e os deputados Luciana Rafagnin (PT) e Nelson Luersen (PDT), além de lideranças empresariais e políticas da cidade e região.


Ao final do encontro foi elaborado documento que será encaminhado à bancada federal paranaense, especialmente aos deputados da região e também à ministra Gleisi Hoffman, chefe da casa civil da Presidência da República. O objetivo é conseguir a liberação de R$ 12 milhões em emendas destinadas à construção das instalações para o futuro curso de medicina na Unioeste, campus de Francisco Beltrão.


O prefeito Reichembach historiou a luta pelo curso de medicina, enfatizando que a parte do município está sendo cumprida. A câmara aprovou projeto do executivo, doando área de terra próxima ao hospital regional, para a construção dos prédios onde funcionará o curso. “Precisamos que os recursos sejam liberados ainda este ano”, destacou o prefeito. Charles Werner,  presidente da Acamsop-13 – associação de câmaras municipais do Sudoeste, região de Francisco Beltrão, também se pronunciou, apoiando a mobilização.


A deputada Luciana Rafagnin apoiou a iniciativa e disse que vai entrar em contato com a ministra Gleisi Hofman, solicitando a liberação dos recursos. O deputado Nelson Luersen também se pronunciou dizendo que é preciso manter a mobilização e a luta pela liberação dos recursos.


A presidente do legislativo beltronense, Atanazia Pedron usou a palavra e disse que a câmara está inteiramente mobilizada em torno dessa reivindicação. “Já aprovamos a compra do terreno e a doação do mesmo para a Unioeste; se for preciso nos reunimos a qualquer momento para que o projeto tenha andamento”. Destacou a presença dos vereadores Almir Calegari (PT), Ivo Santos (PSD), Elenir Maciel (PP), Jocemar Madruga (PT) e Celso Antunes (PSDB), que segundo ela, mostram o apoio da câmara à mobilização.


Também se manifestaram o presidente da Associação Médica, Kit Abdalla, defendendo que o hospital regional seja transformado em hospital universitário. Também a presidente da Associação Comercial, Solange Franzoni se manifestou em apoio à idéia.